Tamanho da letra A+ A-
 

Keynayanna Fortaleza, egressa do UNIFSA, foi aprovada no Doutorado na USP




Keynayanna Késsia Costa Fortaleza, graduada em Comunicação Social, com Habilitação em Jornalismo, pelo Centro Universitário Santo Agostinho (2009), é a mais nova doutoranda do PPGCOM (ECA), na Universidade de São Paulo (USP), onde será orientada pela profa.Dra.Margarida Kunsch, uma das principais referências em Comunicação Organizacional e Relações Públicas no Brasil. “Pretendo estudar a gestão comunicativa e educativa realizada pelo Grupo Claudino em suas duas fundações educativas mantidas no sertão nordestino: a FELC (Fundação Educacional Lica Claudino), na cidade de Uiraúna, na Paraíba, e FUNFFEC (Fundação Francisca Fernandes Claudino), em Luís Gomes, no Rio Grande do Norte”, explica.

Segundo a pesquisadora, o conglomerado investe em muitos projetos e publicações ligadas à educação e à cultura, patrocinando ou produzindo material para divulgação junto à comunidade. “Sabemos que ao longo de sua estruturação, o grupo empreendeu estratégias comunicativas e educativas para reforçar a fidelização do relacionamento junto aos seus públicos de interesse. E, nesse sentido, destacamos o quanto o presidente do grupo, João Claudino Fernandes, promove uma gestão com potencialidades comunicativas e educativas”, disse.

A pesquisa do doutorado dará continuidade ao estudo realizado no Mestrado em Comunicação Social na PUCRS (Conceito CAPES 5), entre 2016 a 2018, evidenciando as possibilidades educativas da comunicação do grupo Claudino, tanto na produção de mídias institucionais como no processo de gestão. A dissertação, intitulada “Memória Institucional e sua possibilidade educativa: análise da revista ‘O Sucesso’, do Grupo Claudino, foi aprovada com louvor, e será inscrita no prêmio ABRAPCORP 2019, para concorrer ao prêmio de melhor dissertação no âmbito da comunicação das organizações no país deste ano”, explica. “Todos os que são aprovados com louvor nos programas de comunicação no Brasil, são indicados para  inscrição nesse prêmio, e quem ganha, tem também possibilidade de ser indicado ao prêmio CAPES”, diz.

O interesse de estudar as relações entre a Educação e a Comunicação Corporativa vem desde a graduação, quando estagiou no Núcleo de Comunicação do UNIFSA, de 2006 a 2009, resultando no trabalho final de curso, intitulado “A Comunicação Organizacional como ferramenta estratégica dentro de uma Instituição de Ensino Superior”, orientada pela profa.Ma. Kelma Gallas. “Acredito que a base educacional e científica que tive em minha graduação na UNIFSA foi determinante para conseguir realizar meus objetivos no âmbito acadêmico. Tenho muita gratidão por meus professores, em especial a Ana Kelma Gallas, por toda ajuda, incentivo, por me ter dado oportunidade de atuar no NUCOM durante minha graduação, além das monitorias, quando pude me identificar com a docência. Também carrego no coração os queridos professores Josimar Alcantara, Isidro Fortaleza e Geraldo Gomes, além de funcionários, como o seu Damião”, disse.

Engajada em diversos grupos de estudo e de pesquisa, como o GECOR (PUCRS), que tem como objetivo estimular o debate e a reflexão sobre as práticas organizacionais e os processos comunicacionais e suas interfaces. “Tenho o intuito de ampliar minha visão e contribuir no Comportamento Organizacional dos indivíduos em ambientes empresariais”, explica. Ela atuou, de 2016 a 2017, como colaboradora numa das etapas da pesquisa  “‘O Estado da Arte’ da Comunicação Organizacional: a (des)construção do conhecimento do conhecimento nos programas de pós-graduação”, Projeto de Pós-Doutorado desenvolvido pela Profa. Dra. Cleusa Scofernecker (PUCRS), trabalho supervisionado pela Profa. Dra, Margarida M. K. Kunsch, na ECA-USP. Keynayanna é, ainda, membro do GPEPCOM (PUC-RS), Grupo de Pesquisa coordenado pela Dra. Claúdia Peixoto de Moura, que atua com pesquisas nas áreas de Ensino e das práticas cotidianas que envolvem a comunicação, e membro do Núcleo de Comunicação e Memória da FAMECOS – PUCRS, setor também coordenado pela professora Claudia. “Também atuo no GENN (ECA-USP), Grupo de Estudos de Novas Narrativas, coordenado pelo Prof. Dr. Paulo Nassar, e no Grupo de Estudos do NCE (ECA-USP) Epistemologia da Educomunicação”, disse. Keynayanna é, ainda, Pesquisadora Voluntária no NCE (USP), Núcleo de Comunicação e Educação, auxiliando na organização do acervo histórico e memorialístico do setor junto aos outros pesquisadores vinculados ao núcleo, e Pesquisadora Associada na ABPEDUCOM desde 2018, Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação.


 
LEIA MAIS