Tamanho da letra A+ A-
 

Encontro Pedagógico discute a avaliação da prática docente


O segundo dia do XVI Encontro Pedagógico da Faculdade Santo Agostinho, 30 de junho, começou com a realização da mesa acadêmica “Metodologias Ativas na FSA – Socialização de Experiências Docentes”, às 8h, na Sala de Conferência, com a participação do Prof. Dr. Charlligton Luis Sena e Prof. Me. Antonio Luiz Martins Maia Filho, sendo mediados pela Profa. Ma. Francisca Carla Silva de Melo Pereira para os professores dos Cursos de Saúde.





A tarde, às 16h, ocorreu a Oficina III, uma capacitação para os Professores que utilizam o AVA, atividade coordenada pelos tutores do NUAPE profa.Ma. Marta Lúcia de Mendonça Freitas e Prof. Esp. Geraldo de Castro Gomes. A capacitação foi ministrada pelo instrutor técnico Rogel Andrade sobre para a utilização da Nova Versão da Plataforma Moodle. De acordo com o professor Geraldo Gomes, a oficina teve como objetivo capacitar os docentes dos cursos que utilizam o Ambiente Virtual de Aprendizagem a utilizarem as novas ferramentas disponíveis no sistema: “Estamos apresentando uma atualização das ferramentas que os professores já utilizam na plataforma, principalmente no que se refere a postagem de documentos para os alunos”, disse. A atualização beneficiará alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Pedagogia e Psicologia da FSA.





No início da noite do dia 30 de junho, das 18h30 às 20h, ocorreu a palestra da Profa. Ma. Joara Delane de Sousa Ribeiro com o tema “Diálogos Construtivos sobre o Ser Docente: reflexões acerca das atribuições legais e pedagógicas”. Professores e coordenadores dos cursos da FSA participaram da atividade. A atividade teve como objetivo promover um diálogo sobre as atribuições legais e pedagógicas do docente, contribuindo de forma significativa com o programa de formação continuada da fsa. A fim de favorecer o debate com o corpo docente da faculdade e equipe pedagógica, o tema foi explorado a partir de questionamentos: o que significa para nós, um diálogo construtivo? como estabelecer um diálogo construtivo com todos os envolvidos no processo ensino e aprendizagem? quais as implicações do diálogo construtivo na prática docente? Tendo como fio condutor a missão da FSA, três aspectos foram destacados para sustentar o diálogo: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) – Lei nº 9394/96; Regimento Geral da Faculdade e a Pedagogia Relacional. Para a professora Joara Delane a atividade desenvolvida foi bastante satisfatória, pois com a participação dinâmica dos professores, coordenadores, Direção de ensino e tutores pedagógicos, muitas experiências foram socializadas, no sentido de enriquecer e reafirmar o compromisso de toda a equipe com a qualidade do ensino superior ofertado pela Instituição. O debate foi “concluído provisoriamente”, pois o evento continua como destaca Joara Delane, com o questionamento para reflexão: que características docentes devem predominar na fsa, diante das exigências legais e pedagógicas atuais?





A abertura do encontro, no dia 29 de junho, contou com a participação de coordenadores dos cursos de graduação e pós-graduação da instituição, além de professores e tutores. A mesa diretora foi formada pelos diretores da instituição: a diretora geral da FSA, Yara Maria Lira; o diretor administrativo Átila de Melo Lira e a diretora de ensino Antonieta Lira e Silva. A coordenadora do Núcleo de Apoio Pedagógico também estava presente à mesa. A diretora Yara Lira falou sobre os compromissos da FSA em relação ao futuro: “Como instituição de Ensino Superior, estamos afinados com as preocupações globais, ensejando nos adaptar de forma rápida e eficiente a todas as mudanças necessárias. Em suma: estamos aqui, nesse evento, para fortalecer o nosso compromisso com o futuro. E é visando atender a este compromisso que lembramos de uma valiosa ferramenta: a avaliação”, disse. Segundo ela, a avaliação é valiosa para o planejamento porque se constitui em um instrumento que nos ajuda a perceber quais as melhores escolhas e o que devemos melhorar. A diretora de ensino, Antonieta Lira e Silva também falou sobre a avaliação, tema geral do evento: “Nosso encontro, enfim, é para discutir a Avaliação da aprendizagem, entendendo que as situações de avaliação não devem se esgotar nelas mesmas: devem provocar reflexões sobre o processo de ensino aprendizagem, articulando-os aos objetivos abraçados pela instituição e com o perfil do profissional que se quer formar”, disse.

Em seguida, ocorreu a palestra de abertura, mediada pela Diretora de Ensino da FSA, tendo como tema “Apresentação de Instrumento de Avaliação de curso: análise dos indicadores de avaliação de cursos” tendo sido ministrada pela professora Ma. Mônica Fialho. A professora Ma. Jovina da Silva participou da palestra conduzindo um momento de sensibilização dos docentes presentes no auditório Manoel Cipriano Lira.




 
LEIA MAIS