Tamanho da letra A+ A-
 

Egressa do UNIFSA, a profa. Graça Targino lança livro de crônicas em Teresina


“Eis que estou de volta com “Amar, viver, escrever”, novo terceiro livro de crônicas. Amar, viver e escrever são palavras muito próximas à minha maneira de enfrentar o mundo, não importa a ordem que se imponha entre as três.” Com essas palavras, Maria das Graças Targino inicia a descrição de sua mais nova obra, “Amar, viver, escrever.” O livro será lançado nesta quarta-feira, 8 de maio, às 19h, na Livraria Anchieta, durante o evento Café Literário.

Graça Targino, egressa do curso de Comunicação Social – Jornalismo do UNIFSA, possui um currículo que por si só evidencia sua capacidade e maturidade intelectual. A profissional é Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília, jornalista e Pós-Doutora em Jornalismo pela Universidad de Salamanca, Salamanca – Espanha, atuando junto ao Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí (CEAD/UFPI) por quatro anos, incluindo a Coordenação do Curso de Alfabetização e Letramento vinculado.


“Amar, viver, escrever” reúne mais de 70 crônicas sobre temas atuais e diversos, que vão desde situações do cotidiano a cidades e países; de experiências particulares a reflexões e leituras de obras e filmes. Com grande capacidade dissertativa e ampla experiência comunicacional, a pesquisadora renomada, consolida de vez sua inserção no mundo do jornalismo literário por meio deste terceiro livro neste segmento, sem contar os demais na área técnico-científica.

“Trechos, textos e personagens que compõem “Amar, viver, escrever” tendem a nos levar, pouco a pouco, a enxergar o amor ao outro e a vida em sua complexidade de forma mais livre, leve e solta, ao tempo que exige de mim a flexibilidade para transitar dentre um rol que mescla, audaciosamente, passado, presente e futuro”, comenta a autora.

Durante o evento, também serão realizados outros lançamentos e apresentação musical. O livro “Amar, viver, escrever” será lançado também durante a 17ª edição do Salão do Livro do Piauí (SALIPI) 2019, que ocorre no período de 31 de maio a 9 de junho, no Espaço Rosa dos Ventos, da Universidade Federal do Piauí. “Desta vez, excluímos, quase que por completo, crônicas de viagem, que serão mais adiante editadas à parte, e incluímos, em seções específicas, resenhas leves sobre livros e filmes, embora, alguns dos livros também tenham se transformado em filmes. São elementos que integram meu viver, até porque, como reitero a cada oportunidade que surge, não sou crítica “de carteirinha”, mas tão somente amante compulsiva da literatura e do cinema”, conclui a autora.


PREFÁCIO | PARA AMAR E VIVER | Osvaldo Nilo Balmaseda Neyra (*) | Universidade de Havana


Há 15 anos, conheci a autora do livro o qual você tem agora em mãos. Nosso primeiro contato não foi pessoal, mas mediado pela palavra escrita. Por um lado,a magia do correio eletrônico; por outro, a necessidade de esclarecer dúvidas sobre um evento que organizava à época, em Havana – Cuba, me favoreceu a maravilhosa oportunidade de conhecer essa mulher única, mãe, avó, jornalista, professora, viajante inveterada, aventureira, exploradora, amiga… escritora. Desde então, não parei de devorar (mais do que ler) tudo o que ela escreve. Sigo seus textos a cada semana no jornal “O Dia” (Teresina – Piauí) ou no blog Umacoisaeoutra, mantido pelo escritor brasileiro Celso Japiassu ou na página eletrônica Infohome, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.


Não me surpreenderia se, após a leitura de “Amar, viver, escrever”, acontecesse com você o mesmo que ocorreu comigo, como narrei no parágrafo anterior. Isto porque Maria das Graças Targino tem o dom dos bons escritores: enfeitiçar o leitor desde o título até o ponto final. Não é uma caminhada árdua. A autora lhe dá as mãos e você as toma prazerosamente  para caminhar juntos por essas surpresas que a vida nos dá a cada dia. Podem ser histórias de amor e desamor; comentários de filmes e livros; reflexões sobre a política nacional ou internacional; crônicas de viagem; sonhos perdidos ou por conquistar… Em suma, todo um leque de temas que você apreciará numa rápida olhadela no sumário que a edição do livro nos apresenta.


Seu estilo, acessível a todos os públicos, revela  o cuidadoso trabalho de uma artesã, que conjuga duas áreas que a caracterizam e com as quais lida de forma harmoniosa: a de jornalista e a de professora. Seus comentários deixam a porta entreaberta para a opinião pessoal. Não impõe critérios, mas oferece argumentos para a reflexão. Não impõe soluções, mas pontos de vista, com os quais cumpre a tarefa docente: a de educar com amor, palavra esta que você encontrará repetidas vezes no decorrer do texto, porque envolve a vida e a obra da autora. Com esse amor, ela faz a entrega de seus textos. Com esse amor, lhe abro as portas para uma nova aventura com a palavra.


Boa leitura!


(*) Professor Doutor em Ciências Pedagógicas da Faculdade de Artes e Letras | Universidade de Havana | Presidente da Associação de Linguistas de Cuba | Ex-Diretor de Pós-Graduação do Ministério de Educação Superior da República de Cuba 


 
LEIA MAIS