Tamanho da letra A+ A-
 

Alunos de Farmácia promovem encerramento do projeto de extensão para usuários em tratamento crônico

No último dia 03, segunda-feira, o Projeto de extensão do curso de Farmácia “Acompanhamento farmacoterapêutico a usuários em tratamento crônico” realizou ação de encerramento do semestre com colaboradores do Centro Universitário Santo Agostinho, ofertando os serviços de verificação de pressão arterial e glicemia. Além de fornecer dicas orientando para o uso racional de medicamentos.



A coordenadora do projeto, profa. Alessandra Camilo da Silveira Castelo Branco, docente dos cursos de saúde do UNIFSA explicou que o projeto foi bem sucedido em suas atividades. “Nos quatro meses de projeto, nós realizamos ações na Associação de Moradores do Bairro São Pedro, no Movimento pela Paz na Periferia – MP3, na Farmácia Escola e Clínica Escola do UNIFSA. Ao total, atendemos em torno de 300 usuários para o acompanhamento farmacoterapêutico. Nos pacientes com uso de medicações para doenças crônicas, identificávamos quais as medicações utilizadas, se estavam sendo tomadas no horário correto, de maneira correta, com ou sem alimento, se tinha interação entre os medicamentos e se a medicação estava de acordo com o que a literatura preconiza. Além disso, nós fornecemos vários serviços, como medição de glicemia e pressão arterial e informações sobre como prevenir a diabetes e hipertensão e como cuidar da saúde para ter uma melhor qualidade de vida”, explica.



O projeto contou com a participação de alunos do 9° período do curso de Farmácia, selecionados por meio de Processo Seletivo, e que já cursaram as disciplinas de Farmacologia I, Farmacologia II, Farmacologia Clínica e Atenção Farmacêutica. O estudante extensionista Fábio Ferreira afirma que o projeto foi muito importante para sua formação e que agora o sentimento é de dever cumprido e de muita gratidão pela oportunidade. “Nós pudemos vivenciar a experiência de colocar em prática todo o conhecimento adquirido nas disciplinas. A gente pôde ter mais contato com os pacientes na Farmácia Escola e nas ações realizadas na comunidade do bairro São Pedro, realizando o acompanhamento farmacoterapêutico de perto para avaliar a eficácia do tratamento. Fiquei muito feliz por ter participado, participar desse projeto foi muito relevante para a minha trajetória acadêmica”, finaliza.


 
LEIA MAIS